LOGIN:   SENHA:      
   
  Voltar
 
Análise de osseointegração primária do sistema de implantes Bionnovation

Everson Schimiti
Alberto João Zortéa Jr

Resumo
Neste estudo retrospectivo foi avaliada clinicamente a taxa de sucesso no processo de osseointegração primária dos implantes do sistema Bionnovation Biomedical. Todos os implantes foram colocados pelos alunos do curso de especialização em Implantodontia da Universidade Norte do Paraná (Unopar), obede¬cendo às normas cirúrgicas preconizadas para obtenção da osseointegração1-2. O sucesso ou insucesso da osseointegração primária foi avaliado durante a reabertura dos implantes para colocação dos cicatrizadores, no qual se avaliou a ausência de mobilidade e de dor. Foram analisados 173 implantes inseridos em 68 pacientes (43 mulheres e 25 homens). O resultado apurado mostra que a osseointegração primária obtida foi de 95,4% (165 implantes), contra apenas 4,6% de insucesso (oito implantes). Nos homens a taxa geral de sucesso foi de 87,3%, enquanto que nas mulheres aumentou para 99,2%. Com relação à carga imediata feita em 31 implantes, cinco falharam, resultando em uma taxa de sucesso de 83,9%. O agrupamento de cinco insucessos em apenas um paciente evidenciou a necessidade do aprimoramento do diagnóstico prévio de pacientes mais suscetíveis às perdas de implantes. Se esse paciente tivesse sido identificado, a taxa geral de insucesso teria caído para 1,7%, e a taxa de sucesso para os casos de carga imediata teria atingido 100%. Estes resultados estão de acordo com aqueles obtidos em estudos semelhantes.

Para visualizar o arquivos completo em PDF clique aqui.
 
Blog da BionnovationTwitter Facebook